Belém, Lisboa à beira rio

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Belém é um antigo bairro lisboeta, testemunho de outras eras, quando as caravelas partiam dali para dar novos mundos ao mundo. Fica em frente à zona da foz do rio Tejo, e é parte da freguesia de Santa Maria de Belém.

Em 1495, quando D. Manuel I subiu ao trono, quis mostrar os reflexos da expansão portuguesa pelo mundo, construindo grandiosos monumentos e igrejas, e dois dos melhores exemplos ficam precisamente em Belém: o Mosteiro dos Jerónimos e a Torre de Belém.

Na actualidade Belém é uma zona de ruas amplas, com museus, palácios e belos jardins. O facto de ali passar o Tejo levou a que aqui se construísse uma bela zona à beira rio cheio de esplanadas que se enchem de turistas nos dias de bom tempo.

Salazar quis aqui mostrar o orgulho nacional, e iniciou entre outros, um projecto de recuperação da zona entre o rio e o Mosteiro dos Jerónimos, com belas praças como por exemplo a Praça do Império, entre outras edificações.

A afluência de turistas a esta zona levou à construção de zonas desportivas, esplanadas, hotéis e restaurantes, para que nada falte a quem aqui queira passar algum tempo desfrutando desta zona nobre da cidade de Lisboa.

Pontos de interesse em Belém

Se tivermos algum tempo disponível para visitar esta zona, aqui ficam algumas recomendações de visitas a não perder:

Museus e centros de cultura: Museu de Arte Popular (junto ao Monumento dos Descobrimentos), Museu da Marinha, Museu Nacional de Arqueologia, Museu Nacional dos Coches, Planetário Calouste Gulbenkian, Centro Cultural de Belém.

Parques e jardins: Jardim Agrícola Tropical, Jardim Botânico da Ajuda, Praça do Império, Praça Afonso de Albuquerque.

Igrejas e mosteiros: Ermida de São Jerónimo, Igreja da Memória, Mosteiro dos Jerónimos.

Edifícios históricos e monumentos: Torre de Belém, Palácio de Belém, Palácio Nacional da Ajuda, Monumento aos Descobrimentos, a Antiga Confeitaria de Belém.

Mas se não tiver tempo disponível para visitar tudo não perca a visita ao Mosteiro dos Jerónimos, e ao Museu Nacional, seguido de uma visita também ao Monumento dos Descobrimentos e à Torre de Belém, voltando depois para saborear os típicos pasteis de Belém.

Que mais podemos pedir de uma visita a Belém? Talvez uma visita mais demorada, descobrindo os seus segredos com calma e desfrutando desta bela zona da capital.

Fotos : morgaine e taksidia no Flickr

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...