Os lugares onde menos gostam de turistas

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Os lugares onde menos gostam de turistasSabia que mais de 11% da humanidade vive do turismo? Mas para além do factor económico, o turismo tem outros benefícios como o intercâmbio de ideias. No entanto, tal como em tudo na vida, também tem os seus contras. Neste sentido, é importante ter em conta que a chegada descontrolada de turistas pode acabar com a cultura local, aumentar os alugueres, multiplicar os apartamentos turísticos, transformar os centros urbanos, etc.

Neste momento, Lisboa e o Porto estão a sentir isto na pele. Por tudo isto, em muitos lugares do mundo começa a aparecer alguma aversão ao turista. O jornal “The Independent” fez uma lista dos oito lugares que menos gostam de turistas. E, apesar de parecer estranho, Veneza, uma cidade que já reclamou diversas vezes para que deixem de chegar mais visitantes, não aparece no ranking deste diário britânico. Mas vamos ver quais são os locais onde os turistas começam a ser menos bem-vindos.

 

Ilhas Koh Khai, Tailândia

Ilhas Koh Khai, TailândiaNo primeiro lugar, o “The Independent” fala-nos das ilhas Koh Khai, na Tailândia. Desde maio de 2016 que as excursões a este território estão estritamente proibidas. Foi devido à presença de turistas que estas ilhas apresentam actualmente graves problemas ambientais. Como efeito, um dos principais objectivos do governo tailandês é proteger os recifes de coral.

 

Butão

ButãoNo Butão a decisão de regular o turismo começou em 1974 para tentar preservar as paisagens virgens e a sua cultura única. Mesmo assim, não só está restringido o número de turistas, como ainda a maioria dos visitantes tem de pagar 250 dólares diários. Mas este preço já inclui alojamento, transporte e guia.

 

Barcelona, Espanha

Barcelona, EspanhaQuando a presidente da câmara de Barcelona chegou ao poder em 2015, deixou bem claro que não queria que a cidade se transformasse numa “loja de lembranças barata”. Com efeito, durante o seu mandato tem vindo a congelar licenças para novos hotéis e apartamentos para alugar. Para além disso, ainda propôs limitar o número de visitantes e introduzir um novo imposto turístico.

 

Amsterdão, Holanda

Amsterdão, HolandaTal como refere o “The Independent”, Frans van der Avert, director executivo de marketing de Amsterdão, comentou recentemente que “as cidades estão a morrer por causa do turismo”. Obviamente que também se estava a referir à capital holandesa. Na realidade, o que é pretendido é aumentar o turismo de qualidade, “pessoas que estejam interessadas na cidade, e não que a queiram como pano de fundo para uma festa”.

 

Fontes termais do Japão

Fontes termais do JapãoTambém aparecem nesta lista as onsen, as fontes termais tradicionais do Japão, porque na maioria das vezes a entrada é proibida a pessoas com tatuagens, o que é mal visto na cultura japonesa.

 

Santorini, Grécia

Santorini, GréciaVoltamos à Europa para falar de Santorini, uma das cidades mais visitadas da Grécia. Em 2016 chegaram demasiados turistas através dos cruzeiros, pelo que as autoridades têm tentado limitar o número de visitantes a 8.000 (no ano passado chegaram mais de 10.000 turistas).

 

Cinque Terre, Itália

Cinque Terre, ItáliaOutro lugar europeu que aparece no ranking do “The Independent” é Cinque Terre, uma bela zona costeira que foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO. Aparentemente, as autoridades planeiam limitar o número de turistas a 1,5 milhões anuais.

 

Arlington, Texas (Estados Unidos)

Arlington, Texas (Estados Unidos)Por último, vamos falar sobre Arlington, uma cidade no Texas, Estados Unidos. O diário britânico incluiu-a nesta lista porque um estudo realizado em 2015 pela empresa de aviação Stratos Jets, concluiu que neste lugar os cidadãos eram muito hostis para com os visitantes.

 

Imagens via Pixabay, Walter LimNyuto Onsen no Flickr.

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...