grávidas podem viajar

As grávidas podem viajar de avião? Aqui tem a resposta!

grávidas podem viajar de aviãoHoje em dia os conhecimentos médicos permitem que as mulheres grávidas possam levar uma vida perfeitamente normal durante a maior parte da gravidez. Muitas grávidas gostariam de poder parar o tempo, mas as coisas não podem ser bem assim. Outras querem continuar a levar uma vida normal, aproveitando bem o tempo antes de darem à luz. No caso das viagens, quer seja por negócios ou simplesmente pela prazer de viajar, o acto de voar não tem de ser necessariamente um problema para as grávidas.
No entanto, há sempre dúvidas sobre o facto das grávidas poderem ou não viajar de avião. Vamos tentar esclarecer as dúvidas sobre este tema.

Grávidas podem viajar de avião? Algumas considerações a ter antes de viajar

Se quer saber se é perigoso viajar de avião durante a gravidez, a resposta é simplesmente não, mas tem de ter alguns cuidados. Saiba que não há qualquer problema em viajar de avião até aos 6 meses de gravidez.
No entanto, tudo muda se já teve complicações durante a gravidez (ou outra anterior). Consulte o seu médico antes de considerar fazer uma viagem de avião se tem (ou já teve) algum destes problemas:
  • Perdas de sangue durante a gravidez
  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Um parto prematuro numa gravidez anterior
Para além disso, tenha em conta que algumas companhias aéreas poderão pedir-lhe para assinar um papel se estiver grávida com mais de 32 semanas, eximindo assim a companhia de qualquer responsabilidade em relação ao estado da sua gravidez. Obviamente que deve viajar acompanhada pelo certificado passado pelo seu médico.

Escolha bem o destino

É recomendável que as viagens não durem mais de 4 horas e que não vá para locais sem assistência médica em caso de emergência. Da mesma forma, também não se recomenda viajar para destinos exóticos, quando for necessário levar vacinas. Consulte o seu médico porque nem todas as vacinas são iguais. Mas as vacinas contra doenças estranhas ao nosso ambiente habitual podem ser prejudiciais durante a gravidez.
Mesmo assim, se decidir viajar, tome muito cuidado para evitar o contacto com insectos transmissores de doenças, como por exemplo o dengue. Use repelente de insectos e aumente a frequência da aplicação, pelo menos para o dobro do que faria uma pessoa “normal”.

Cuidados que as grávidas devem ter durante o voo

Apesar de poder voar de avião durante a gravidez, tenha em conta algumas coisas antes de fazer a sua viagem:
  • Escolha um lugar na primeira fila do avião para poder esticar as pernas e ir à casa de banho quando for necessário.
  • Estique as pernas durante 5 minutos a cada hora, levantando-se do assento e passeando com cuidado.
  • Não apanhe voos com mais de 4 horas sempre que possível.
  • Beba muitos líquidos para melhorar a circulação sanguínea nas extremidades do corpo.
  • Escolha roupa larga para viajar mais comodamente. A roupa não deve fazer pressão no corpo e deve permitir uma boa circulação do sangue.
  • No caso de ter varizes, use meias especiais para ajudar a circulação.
  • Faça exercícios esticando os dedos das mãos e dos pés. Em viagens mais longas não hesite em tirar os sapatos para ficar mais cómoda.
  • Coloque o cinto de segurança abaixo da barriga para não fazer qualquer pressão no feto.
Por último, não se esqueça de referir que está grávida quando comprar o bilhete e viaje acompanhada do seu certificado médico.
grávidas podem viajar

Mitos FALSOS sobre as grávidas poderem viajar de avião

Contam-se muitas histórias sobre os perigos das grávidas poderem viajar de avião. De seguida vamos conhecer alguns deles que são declaradamente falsos:

A exposição aos raios de sol no avião pode provocar abortos – FALSO

No caso de voar com frequência, a exposição da sua barriga à radiação natural poderia ter alguma consequência para o feto, mas isso apenas a afectaria se fosse hospedeira (e ainda assim não é algo certo).
No entanto, há que referir que se é uma pessoa que viaja frequentemente de avião, então deve baixar um pouco o ritmo das viagens durante a gravidez. A verdade é que também deve baixar o ritmo de actividade de uma forma geral para não criar contracções desnecessárias ao feto.

O feto sofre quando viaja de avião – FALSO

Diz-se muitas vezes que a baixa quantidade de oxigénio no avião afecta a saúde do feto. Mas a verdade é que diversos estudos mostram que isso não só é mentira, como ainda que o coração do feto bate com a mesma frequência dentro e fora do avião. Isto mostra que recebe oxigénio suficiente, uma vez que não há alteração da sua frequência cardíaca.
Da mesma forma, também não há razão para se preocupar com a turbulência, acelerações, ruídos ou vibrações durante o trajecto, porque não afectam o feto. No entanto, não voe, nem se desloque distâncias longas durante o último mês de gravidez para não provocar um parto prematuro.

Últimos conselhos

Não viaje durante o último mês de gravidez. Com efeito, evite mesmo fazer qualquer actividade que implique um esforço fora do normal durante o último mês de gravidez.
Atenção que este artigo é meramente informativo. Não temos qualquer competência para receitar tratamentos médicos ou para fazer qualquer tipo de diagnóstico.  Aconselhamos sempre a recorrer a um médico se tiver qualquer problema de saúde ou mal-estar.
Booking.com
4

Sem comentários

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...