Madeira: A “Pérola do Atlântico”

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

A ilha da Madeira é a maior do arquipélago com o mesmo nome, composto também pela ilha de Porto Santo e outras ilhas menores desabitadas, as Ilhas Desertas e as Ilhas Selvagens. O arquipélago fica a cerca de 850 km da costa portuguesa. A Madeira tem uma população estimada de 250.000 habitantes e a capital é a linda cidade do Funchal.

A ilha apresenta uma geografia bastante acidentada, com grandes falésias na costa e zonas montanhosas como o Pico Ruivo ou o Pico do Areeiro, que alcançam os 1800 metros de altura. Este relevo e a acção dos ventos geram microclimas que favorecem o crescimento de frutas e plantas ornamentais variadas e belas, razão pela qual a ilha é apelidada de “ilha das flores”. Poderia mesmo dizer-se que a ilha goza de uma primavera eterna, não apenas devido à beleza da sua flora, mas também às temperaturas agradáveis que se fazem sentir durante todo o ano.

No Funchal concentra-se mais de um terço da população da ilha, sendo a quarta maior cidade portuguesa. O encanto de Funchal apenas se desvenda quando se percorre as suas ruas inclinadas adornadas por fontes. No centro histórico, que domina o porto, destacam-se algumas mansões do século XVIII e edifícios governamentais, assim como a Sé Catedral do Funchal, a Praça do Município, a Alfândega Velha, antiga alfândega, e o Museu de Arte Sacra. O animado Mercado dos Lavradores atrai os visitantes com as suas coloridas verduras e frutas e as vendedoras de flores vestidas com trajes típicos.

Na zona alta, já quase fora da cidade e disposto em terraços, o Jardim Botânico exibe formoso exemplares da flora da Madeira. Dali as vistas sobre o porto do Funchal são simplesmente soberbas.

Mais para o interior da ilha o mais surpreendente é o relevo montanhoso, que obrigou os agricultores a cultivar (especialmente videiras e árvores de fruto) em terraços regados por um sistema de canais chamados “levadas”. Um verde intenso cobre toda a região, salpicado por matas de flores, cascatas e bosques de laurissilva.

As caminhadas pela ilha são a melhor forma de descobrir os seus segredos. Outra opção é com um automóvel de rent-a-car. Dando a volta à ilha descobre-se povoados pitorescos, como Câmara de Lobos, principal centro de pesca de peixe espada, uma das especialidades da Madeira. Continuando para oeste, encontramos o Cabo Girão, o segundo mais alto do mundo, com 580 metros de altura. Passando pelas localidades de Ribeira Brava, onde se destaca a igreja de São Bento, Ponta do Sol, Calheta, Paul do Mar e Ponta do Pargo, e teremos percorrido toda a zona sul da ilha. Continuando até ao norte chegamos a Porto Moniz, cuja principal atracção são as suas piscinas naturais formadas a partir de rochas vulcânicas. Seguindo o caminho que leva a Santana existe alguns miradouros a partir dos quais as vistas são sempre espectaculares. Em Santana destacam-se as construções típicas desta zona, que normalmente estão desabitadas, e são utilizadas como estábulos ou simplesmente são conservadas como parte da tradição.

O caminho leva-nos até ao Caniçal, antigo centro da industria baleeira da Madeira que desde 1981 é um santuário de mamíferos marinhos. A Ponta de São Lourenço é o extremo mais oriental da ilha, a partir de onde as vistas sobre as costas da Madeira e da ilha de Porto Santo são absolutamente magníficas e as montanhas, o mar e a natureza combinam-se numa paisagem de sonho que ainda parece não ter sido tocada pelo homem.

A cidade do Machico fica localizada no local onde chegaram pela primeira vez os descobridores da ilha e destacamos especialmente a Capela dos Milagres, a antiga igreja, e os fortes que testemunham a necessidade de defesa contra os ataques piratas.

Na Madeira não podemos dizer que existem propriamente praias, devidos às rochas que normalmente aí existem, exceptuando alguns locais como a zona ribeirinha do Funchal. No entanto merece certamente uma visita o Porto Santo, onde podemos nos deliciar com uma praia com uma extensão de 9 km que se diz ter areias com propriedades terapêuticas.

Aproveite a nossa caixa de pesquisa e visite a Madeira, verá que não se vai arrepender.

Foto : Flickr

Booking.com

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...