Os melhores países para viajar em 2018 segundo a revista Lonely Planet

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Lonely PlanetHá tantos lugares para descobrir que a tarefa de escolher um destino se torna uma tarefa muito complicada. É por essa razão que são extremamente práticos os rankings relacionados com viagens feitos por alguns sites e empresas especializadas. É o caso da Lonely Planet que todos os anos publica várias listas sobre os melhores destinos do momento, graças ao trabalho dos autores e editores que verificam centenas de recomendações.

Hoje vamos saber quais são os países mais recomendáveis para viajar em 2018. Apenas para “abrir o apetite” vamos dizer que Portugal até faz parte deste ranking e está muito bem classificado.

Vem connosco nesta viagem?

 

Chile

melhores países para viajar em 2018 O melhor país do mundo para viajar em 2018 segundo a Lonely Planet é o Chile, definido pela revista como um país comprido e isolado. O país está isolado da América do Sul pelos Andes a este, tem o deserto do Atacama a norte e a Patagónia a sul, com a sua natureza exuberante.

Em 2018 são celebrados os 200 anos da independência do país, pelo que será uma boa altura para o visitar.

 

Coreia do Sul

melhores países para viajar Na segunda posição do ranking encontramos a Coreia do Sul que surpreende pela sua moderna e futurista capital, Seul, uma cidade cheia de arranha-céus e que tem uma novidade este ano com a inauguração do parque Seoul-lo 7017, uma auto-estrada elevada sem uso e que agora está cheia de cafés, bares e bibliotecas. Em 2018 será ainda a sede dos Jogos Olímpicos de Inverno.

 

Portugal

portugalA fechar o top 3 encontramos Portugal. O nosso país é considerado um dinâmico centro de arte, cultura e gastronomia.

Por outro lado, há que destacar as boas acessibilidades e belezas naturais. Não terá sido por acaso que 300 praias portuguesas conseguiram ter a distinção de Bandeira Azul.

 

Djibuti

DjibutiSe calhar até nunca terá ouvido falar deste país, mas a verdade é que o Djibuti está na quarta posição desta lista. Devido aos processos tectónicos este pequeno país irá ficar dividido em três (não se preocupe que ainda irá demorar alguns milhões de anos).

Aqui poderá aproveitar para conhecer uma cultura inebriante, belas praias e também fazer mergulho e ver os impressionantes tubarões baleia.

 

Nova Zelândia

Nova ZelândiaNa quinta posição encontramos a Nova Zelândia que em 2018 vai abrir uma nova rota na sua grande rede de caminhos, os Great Walks. É a primeira vez desde que foi inaugurada há 25 anos. Trata-se de um caminho com 65 quilómetros, em memória dos 29 mineiros falecidos em 2010.

 

Malta

maltaVoltamos à Europa para falar de Malta, um arquipélago cheio de templos pré-históricos, fortificações do século XVII e túneis.

La Valeta, a capital, será a Capital Europeia da Cultura em 2018, pelo que irá acolher todo o tipo de eventos interessantes, como por exemplo festivais barrocos.

 

Geórgia

georgiaNa sétima posição encontramos a Geórgia, um país na região do Cáucaso Meridional. Progressista e tradicional ao mesmo tempo, este país tem muito orgulho na sua região vinícola.

Para além disso vai comemorar 100 anos de independência.

 

Ilhas Maurícias

Ilhas MauríciasAs Ilhas Maurícias ocupam este ano a oitava posição do ranking. Trata-se de um arquipélago idílico famoso pelos belos mares de cor azul-turquesa e pelos resorts luxuosos.

Mas uma das razões para ter entrado nesta lista é porque o governo conseguiu tornar as ilhas numa base de voos para o continente americano.

No próximo ano serão ainda celebrados os 50 anos sobre a sua independência.

 

China

chinaNa nona posição encontramos a China, o país mais populoso do mundo, belo, um país enorme e cheio de mistérios e aventuras.

É importante também referir que foram recentemente inauguradas novas linhas do comboio de alta velocidade. Para além disso, a cidade Proibida foi restaurada nos últimos anos.

 

África do Sul

africa do sulPor último vamos falar da África do Sul, considerada por muitos sendo um dos países mais atractivos do mundo pelas suas praias, montanhas, fauna e pelo vinho.

É importante ainda referir que no próximo ano celebra-se o Nelson Mandela Centenary 2018: Be the Legacy.

Booking.com

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...