Mértola – Uma vila com história

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

mertolaA vila de Mértola não é muito grande, tendo pouco mais de 2800 habitantes, está situada na margem direita do Rio Guadiana, o que lhe favorece uma enorme atenção por parte dos turistas que procuram boas opções para umas férias calmas e serenas. A sua localização junto à fronteira com Espanha permite receber turistas e curiosos que anseiam conhecer mais da história, cultura e aproveitar a bela e saborosa gastronomia, principalmente os pratos ligados à caça brava, que Mértola tem para oferecer.

Poderá não ser o destino ideal para quem procura diversão nocturna e praias de areia fina e grande dimensão, mas é certamente das melhores opções para quem quer uma escapada diferente, uma viagem pela história e cultura das zonas mais bonitas que o nosso país tem para oferecer.

ruinas castelo mertolaHistória de Mértola

Alguns dos seus aspectos geográficas pressupõem a ligação destas terras com a época dos Fenícios, Cartagineses, Romanos e Árabes, nomeadamente como um entreposto comercial, dada a via fluvial e a ligação ao sul da Península que facilita bastante a parte do comércio.

Inicialmente foi chamada de Mystilis, na época Romana, seguindo-se depois a ocupação das terras pelos Visigodos. Mais tarde, depois da invasão muçulmana na península ibérica, Mértola passou a ser conhecida como Mãrtulah.

mertolaFoi no séc. XIII que se deu o povoamento definitivo destas terras, sendo que este facto é facilmente comprovado pelos achados arqueológicos já encontrados que datam dessa época. A presença dos Árabes nas terras destaque-se pela fortaleza que deixaram para ser ocupada pelos cristão, assim como uma mesquita, que mais tarde acabou por ser transformada em Igreja Paroquial da sede do Concelho.

A sua história deixou grande parte de património arquitectónico, como é o caso do Campo Arqueológico de Mértola, o Castelo de Mértola e ainda o Santuário de Nossa Sonha de Aracelis, que acabam por se tornar excelentes pontos turísticos que cativam muitos curiosos.

mertolaPatrimónio Local

Felizmente a Vila de Mértola, apesar de ser relativamente pequena e pouco povoada, apresenta um património local extremamente extenso. Não só no que diz respeito aos pontos turísticos como também aos costumes tradicionais.

Esta é uma zona onde as manifestações populares e culturais são muito ricas, como é o caso da festa de S. João que se realiza a 24 de Junho, a festa dos Passos no Domingo de Ramos, as feiras mensais que se realizam na primeira quinta-feira de cada mês, entre outras feiras que se vão realizando ao longo do ano.

mertolaUm dos principais destaques culturais vai para o Festival Islâmico que se realiza normalmente em Maio, juntando várias culturas, este festival tem como principal objectivo a celebração de toda a herança histórica e a ligação islâmica muito presente. Realiza-se apenas de 2 em 2 anos, sendo que durante esses dias a vila enche-se de Cultura, Animação e Cultura. Apesar de toda a festividade durar todo o mês de Maio, as principais atracções vão para 4 dias de souk, com a presença de um improvisado mercado árabe nas ruas da vila e concertos de música exótica nas noites quentes do mês de Maio.

A nível de património arquitectónico os visitantes não podem deixar de conhecer o Castelo de Mértola (que data do Séc. X) e os seus museus no interior, a famosa e muito histórica Mina de São Domingos, com várias actividades mineiras e geológicas guiadas por profissionais, a Igreja de Nossa Senhora da Anunciação, o Parque Natural do Vale do Guadiana e as caves da produtora de vinhos “Herdade dos Grous” que fica ligeiramente afastada do centro da vila mas que vale bem a pena a visita.

É praticamente obrigatório a visita ao cenário selvagem do vale do Guadiana, com uma fauna variada e abundante, actividades lúdicas e extremamente interessantes e uma paisagem que deixará qualquer um sem respiração.

mertolaGastronomia e Alojamento

É impossível visitar a vila de Mértola e não ficar completamente rendido pela gastronomia apresentada. Além da fantástica gastronomia tradicional alentejana, a vila de Mértola é extremamente rica em pratos de caça, já que a zona é a mais rica no que diz respeito à caça brava, fazendo uso dessa ligação para a apresentação de pratos únicos e extremamente ricos.

ensopado javaliDestaque para o bolo de requeijão, o gaspacho alentejano, os nógados de Mértola, a açorda alentejana e as migas de Mértola. A caça brava apresenta um leque variado de gastronomia tradicional, principalmente com a presença de lebre, javali e especialmente perdiz vermelha brava que estão sempre presentes em qualquer menu de um restaurante da vila.

Se vai para conhecer a cidade é imperativo que fique mais do que um dia. A vila apesar de pequena apresenta várias soluções de alojamento de qualidade, principalmente no turismo rural, com principal destaque para o Monte do Alinho e o Monte da Galega Agro Turismo que têm soluções de excelência e a preços muito em conta.
Para quem procura algo mais do que o turismo rural, têm também a Residencial Beira Rio, a Casa Visconde de Bouzões e o Hotel Museu (onde ficámos muito bem instalados), todos com preços muito mais em conta e qualidade igual.

mertolaAgradecimentos e contactos:

Booking.com

Deixe o seu comentário