Chaves

Onde comer, dormir e o que ver em Chaves

Para descansar durante um fim de semana e conhecer a região, fui a Chaves há uns dias e enquanto lá estive aproveitei para descansar num hotel maravilhoso. com um ambiente agradável e banhado pelo rio Tâmega.
Esta região juntamente com Verín em Espanha formam uma eurorregião, onde para além de partilharem paisagens, partilham também serviços e boas relações entre os habitantes. Imagino que as águas termais da região ajudem nestas boas relações. Esta região de Chaves-Verín é chamada a Eurocidade da Água.
Os romanos conheciam-no como Aquae Flaviae, daí o nome flaviense pelo qual os habitantes de Chaves são conhecidos.
Chaves

Como chegar a Chaves

Chaves pertence ao distrito de Vila Real e, para dar uma ideia, fica a 9 km da fronteira com a Galiza, 55 km de Vila Real e 100 km do Porto.

Um passeio pelo centro

Encontrar o caminho certo em Chaves é muito fácil. Existem duas praças principais, a Praça de Camões e a praça onde se encontram os banhos romanos. Andar pela cidade não é problema e é melhor deixar o seu carro estacionado e deslocar-se a pé enquanto dá um passeio.
A Praça de Camões é sem dúvida um dos lugares mais bonitos de Chaves e ali encontrará um belo pequeno palácio que é atualmente a Câmara Municipal.
Nesta praça encontra-se também o Palácio dos Duques de Bragança que foi construído no século XV (1410-1446) para receber D. Afonso I, o primeiro Duque de Bragança. Atualmente é um museu, o Museu da Região, e onde se encontra também o gabinete de turismo de Chaves.
O Museu da Região de Flaviae é uma visita interessante para aprender um pouco mais sobre a história de Chaves. No seu interior encontrará uma sala principal onde está exposta a coleção permanente e uma sala de exposição de pintura dedicada a Nadir Afonso.
Na mesma praça, encontrará nada menos que três igrejas: a Igreja da Misericórdia, a Igreja de Santa Maria a Maior e a Capela da Senhora da Cabeça.
A maior e mais marcante é a Igreja de Santa Maria a Maior, onde entre as suas muitas atrações se encontra um esplêndido órgão de tubos do século XVII, hoje em dia fora de uso.
A Igreja da Misericórdia tem uma fachada peculiar. É uma igreja de estilo barroco com elementos renascentistas em que o interior (com uma única nave) tem as paredes completamente cobertas com azulejos do século XVIII.
O Pelourinho serviu durante muitos anos para punir quem não cumpria as regras, é também uma visita interessante! Fica na Praça da República, também conhecida como “Largo do Pelourinho”, naturalmente.
o que ver em chaves

Ponte Romana ou Ponte de Trajano

Este é um dos meus lugares preferidos em Chaves e adoro a ponte e os seus arredores. Quando aqui estive recentemente, as margens do rio Tâmega estavam a ser preparadas para uma festa. Esta ponte romana sobre o rio Tâmega foi iniciada no ano de 78, no tempo do imperador romano Flavius Vespasianus sendo concluída em 104 durante o reinado de Trajano, daí o seu nome.
A Via Augusta, que ligava Braga com Astorga, passava por aqui. No meio da ponte, verá duas colunas, réplicas das originais. Uma das originais penso que estará no Museu da Região de Flaviae, onde vos disse que se encontrava o gabinete de turismo de Chaves.

Castelo Medieval de Chaves -Torre de Menagem

Construída no local de um castro, hoje em dia apenas a Torre de Menagem e algumas das paredes que a rodeavam estão preservadas.
O castelo é acessível e no seu interior existe um pequeno museu militar com uma exposição de armas, uniformes, bandeiras e troféus desde a Idade Média até à atualidade.
Pode-se ir ao cimo do castelo e ver a cidade do topo. Vale a pena para ter uma ideia de como é a cidade. Os arredores do castelo estão bem preservados com áreas ajardinadas e vistas sobre parte da cidade e sobre o rio Tâmega.

Fonte de água termal — Fonte do Povo

É preciso ter cuidado ao beber esta água porque ela sai a ferver, mas quando digo ferver, quero dizer que sai a 73.º, por isso tenha muito cuidado para não se queimar.
Pode-se beber, mas é preciso deixar arrefecer um pouco.

Poldras — Pedras para atravessar o rio

Conhecidas como poldras, estas quase 90 pedras são utilizadas para atravessar o rio quando este não está demasiado cheio e desde que tenhamos calçado adequado.
É uma boa ideia atravessar o rio aqui e tirar algumas fotografias enquanto se mantém o equilíbrio, tentando não ser surpreendido com um banho.
chaves

Alojamento em Chaves

Desta vez, enquanto planeava fazer uma pequena pausa, gostei da opção do Hotel Casino de Chaves, um hotel moderno 4* com todas as comodidades. O quarto era super espaçoso e confortável e tinha vista para um lago na parte de trás do hotel. O hotel está rodeado por campos, arvores e é muito calmo.
Durante o verão, tem uma piscina exterior com terraço, bar e disseram-me que tem sempre um ambiente bastante agradável. Vi algumas fotografias do pôr do sol da piscina e penso que voltarei no futuro só para isso.
O pequeno-almoço é muito completo e variado. Adoro o pequeno-almoço em buffet para poder tomar o pequeno-almoço à vontade.
No hotel existem áreas comuns com vários ambientes, mesmo um pequeno bar em estilo pub inglês ou uma pequena biblioteca com sofás confortáveis.

A gastronomia típica de Chaves

Uma das coisas que não deve faltar em Chaves são os Pasteis de Chaves. Mas tenha cuidado, eles não são doces, mas sim saborosos. Não os perca porque valem bem a pena tentar. São como pastéis com uma massa escamosa, mas com uma textura diferente. Os mais conhecidos são os de Pastelaria Maria, perto do Castelo ou da Câmara Municipal, mas irá encontrá-las em muitas pastelarias e padarias de Chaves. Imagino que, como em todas as cidades, todos terão o seu lugar preferido para os comprar e cada lugar terá a sua própria receita secreta.
Outro produto típico de Chaves é o Folar de Chaves. É como um bolo de massa de pão, recheado com chouriço ou carne. Na pastelaria da Maria também os têm. Experimentei um semelhante no hotel e embora seja um pouco forte, admito que gostei.
Tal como em toda a região de Trás-os-Montes, a alheira também é famosa aqui, bem como os pratos de bacalhau comuns em todo o país. O cozido à transmontana, a feijoada à transmontana ou as carnes também são algo que não deve faltar para conhecer um pouco mais sobre a gastronomia típica desta região.
Como fica relativamente perto da região do Douro, poderá também provar grandes vinhos, tão bem conhecidos e apreciados dentro e fora de Portugal.

Restaurantes em Chaves

Desta vez, enquanto estava hospedado no Hotel Casino de Chaves, aproveitei a oportunidade para almoçar e jantar no hotel. Adorei o restaurante à la carte e a opção de buffet aos domingos é muito variada.
O almoço e o jantar durante o inverno são servidos na sala de jantar ao lado da receção e durante o verão na sala ao lado da piscina que mencionei anteriormente. Possui uma ementa variado com propostas da gastronomia portuguesa com vários pratos típicos da cozinha tradicional de Trás-os-Montes como a carne, a Alheira ou o bacalhau entre outros.
Um dos dias jantei no restaurante ao lado do casino. O casino está integrado nos terrenos do hotel no edifício anexo. O restaurante do casino chama-se Península e aqui há espetáculos e atuações diversas.
Gostei da decoração da sala, muito romântica e acolhedora. Na ocasião não houve atuações no palco principal, mas havia uma dupla que entretinha com música de fundo.
Outros restaurantes em Chaves que me foram recomendados, mas que ainda não visitei são o restaurante Carvalho, a típica taberna Benito ou o restaurante O Lavrador, mas como ainda não os visitei, não posso dar a minha opinião.

Casino de Chaves

Se gosta de tentar a sorte num casino, o Casino de Chaves é bastante grande e é um dos mais conhecidos em Portugal. Fica mesmo ao lado do hotel e, de facto, pode ir diretamente do hotel para o casino.
Visitei-o e tentei a sorte com alguns euros para me divertir. Vou dizer-vos que não ganhei nada, mas há sempre quem consiga sair com alguns euros no bolso. É uma questão de pura sorte.
O casino tem dois andares e fiquei impressionado com o número de máquinas no interior, bem como com as conhecidas e variadas slot machines. Encontrará vários tipos de jogos como a roleta, a banca francesa e os jogos de póquer. Como em outros casinos, não se pode tirar fotografias no interior sendo preciso trazer o cartão de identificação para entrar e depois jogar com moderação.

Visitas a lugares perto de Chaves

Muito perto daqui tem cidades como Verín, Vila Real e um pouco mais longe Bragança ou Amarante, entre outros lugares interessantes no norte de Portugal. Também próximo fica o Vidago Palace Hotel.
Espero que se um dia visitar a região deixe as suas dicas nos comentários para que outros viajantes as possam aproveitar e espero estar de volta em breve para continuar a partilhar estes lugares consigo.

Ideias para poupar na sua viagem

Reserve aqui o hotel de que mais gosta e ao melhor preço, há sempre o alojamento ideal para qualquer um/a.
Booking.com
“No blogue e neste artigo pode encontrar links de afiliação. O que isso significa? Significa que se comprar um produto seguindo essa ligação, receberei uma pequena comissão. Mas não se preocupe, a utilização dessa ligação não significa que lhe será cobrado mais. O preço é o mesmo, simplesmente a empresa saberá que fez a reserva através do meu blogue e dar-me-á uma pequena comissão, graças à qual me estará a ajudar a continuar com as minhas viagens e a poder informá-lo sobre isso. Obrigado por tudo”.
4

Sem comentários

Deixar um comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...