Refeições especiais a bordo

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Nestas épocas de low cost e escassez de serviços, não devemos esquecer que as companhias aéreas ainda oferecem alguns serviços como refeições nos seus voos de médio e longo curso. E para os passageiros que o solicitem, também existem refeições especiais a bordo dos ditos voos.

Em primeiro lugar digamos que os serviços de refeições a bordo ou catering normalmente são fornecidos por empresas especializadas na área da gastronomia aérea. A preparação e logística destes serviços especiais requerem que sejam solicitados com pelo menos 48 horas de antecedência em relação à hora de saída do voo. Como é possível haver excepções, é conveniente consultar a página web da companhia aérea e solicitar este serviço no momento de fazer a reserva.

Em todas as companhia de low cost, as refeições e bebidas são pagas em separado. Para o efeito, contam com uma carta bastante completa que é distribuída durante o voo, mas aqui as opções para dietas especiais são praticamente inexistentes.

Regra geral, as companhias aéreas tradicionais na Europa têm um serviço de catering nas suas classes executivas em voos com mais de 90 minutos de duração. A classe económica terá serviço de refeições para alguns destinos inter-europeus com trajectos mais longos e em todos os voos para os continentes americano, africano, Oceania e Ásia.

Por exemplo: se viajar em classe económica de Portugal para Atenas, Bucareste, São Petersburgo, Tel Aviv, Cairo, Istambul, Moscovo, etc. poderá usufruir de algum dos menus especialmente preparados. E, claro, optar pelas refeições especiais a bordo.

Estes menus especiais podem-se classificar conforme as suas características e levam um código de quatro letras que deverá aparecer na reserva no momento da confirmação, e devem levar um OK para estarmos seguros que está confirmado, antes do voo.

Aqui estão os códigos para o caso de necessitar fazer uso deles. Lembre-se que as companhias poderão apenas ter algumas destas opções, e não todas.

Refeições para dietas especiais

BLML – dieta sem picantes nem especiarias

DBML – refeições para diabéticos

GFML – refeições sem glutén

HFML – refeições sem farinhas brancas

LCML – refeições baixas em calorias

LFML – refeições baixas em gorduras

LPML – refeições baixas em proteínas

LSML – refeições baixas em sódio

NLML – refeições sem lactose

NSML – refeições sem sal

PFML – refeições para alérgicos a amendoins

Refeições vegetarianas

VGML – estritamente para vegetarianos

STVG – para vegans

RVML – vegetarianos apenas com alimentos crus

VLML – lacto-ovo-vegetarianos

Comida étnica

HNML – comida hindu

KSML – comida kosher

MOML – comida muçulmana

ORML – comida oriental

JPML – comida japonesa

Refeições especiais

CDML – comida fria

FPML – dieta só de fruta

SFML – dieta apenas de peixe e marisco

Refeições para crianças

BBML – comida para bebés (até aos 2 anos)

CHML – comida para crianças (dos 2 aos 6 anos)

Para o caso dos passageiros alérgicos a alguns ingredientes específicos, deverão entrar em contacto com a companhia aérea e informar-se da composição dos pratos. Em alguns casos (KLM, por exemplo) pode ser solicitada uma dieta personalizada que evite os alimentos proibidos para cada caso.

Dentro dos menus normais, algumas companhias poderão ainda incluir produtos locais.

Foto | Flickr

Link artigo

Booking.com

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...