Rumo ao Atlântico

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Já visitámos Leiria, mas nunca nos cansamos de aqui voltar. Em Leiria conhecemos o seu velho Castelo, testemunho das suas origens medievais; a Catedral e a sua torre e a rua Direita que tem o seu inicio na Praça Rodrigues Lobo e contradizendo com obstinação o seu nome, curvando constantemente pelo seu percurso.

Vamos em busca das praias e da promessa de um mundo de atracções, emoções, tradições e um clima temperado ideal para o descanso e o relaxamento.

O Rio Lis é o protagonista deste nosso percurso, parece que para chegar até ao mar percorrendo-o demora uma eternidade perdidos nos belos campos agrícolas desta região. Sobre a margem esquerda do Lis, 10 quilómetros antes de chegar ao mar encontramos a Marinha Grande.

Situada quase no centro do distrito de Leiria, a Marinha Grande ocupa uma extensa planície arenosa, no limite norte da Estremadura, servida por varias estradas e pela via férrea do oeste, próxima da cidade de Leiria e a 150 quilómetros de Lisboa e quase 200 do Porto.

Rodeada por grandes pinhais, a cidade da Marinha Grande fica na fronteira oriental do famoso Pinhal de Leiria. Dona de um grandioso património cultural e industrial, a cidade conta com muitos pontos de interesse para visitar e percorrer.

A Marinha Grande é rica também em belezas naturais como os Ribeiros de São Pedro de Moel, a Ponte Nova, Pinhal Manso, Pinheiros Serpentes e claro pelas suas belas praias.

A praia da Vieira, entre o Rio Lis e o Pinhal do Rei, é um centro de veraneio excelente que conta com um parque aquático, mas também oferece a possibilidade de observar a prática tradicional da chamada Arte Xávega dos pescadores e comprar peixe fresco, recém saído do mar.

Entre o Pinhal e o Atlântico fica também a praia de São Pedro de Moel com um ambiente jovem e onde é possível a prática de surf e bodyboard. Grandes rochas alternando com o mar, possibilitam actividades de observação do mundo marinho. Mas se preferir aguas mais calmas pode optar pelas cristalinas piscinas de água salgada, mesmo junto à praia.

Mais a sul encontramos a praia de Pedras Negras, onde a paisagem de dunas começa a mostrar alterações rochosas e se observam pedras escuras e avermelhadas.

A escassos 2 quilómetros mais a sul, a paisagem volta a mudar no extenso areal que se forma onde desagua o Ribeiro de Moel. Praia Velha, Praia Dourada e Penenedo do Cabo, constituem uma sucessão de praias de grandiosa riqueza natural e ambiente festivo. As características paisagísticas fazem com que esta zona tenha um papel fundamental no turismo ambiental.

A Marinha Grande põe à prova todos os nossos sentidos, mas há que seguir percorrendo a costa, para continuar à descoberta desse Portugal desconhecido por muitos, mas que nos deixa enamorados pela sua beleza.

Foto: joriavlis no Flickr

Booking.com

Deixe o seu comentário

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close