CouchSurfing

CouchSurfing para viajar barato

Muita gente quase que nem sai de casa desde que se fala em crise, principalmente por razões económicas. Mas será que não haverá forma de viajar barato para continuar a fazer um dos principais prazeres da vida: viajar e conhecer novos destinos?
Quando procurávamos por formas de transporte barato apareceu a Blablacar, mas quem procura uma forma de alojamento barato também tem o CouchSurfing, que até é grátis.
Este sistema de alojamento consiste numa troca: você deixa-me ficar a dormir no seu sofá e eu deixo que outra pessoa também possa ficar a dormir em minha casa. Isto começou inicialmente por iniciativa de surfistas australianos e norte-americanos que perseguiam as melhores ondas da costa. Para facilitar a vida, acabaram por ceder o seu sofá (couch em inglês) aos colegas de surf. O projecto foi ganhando cada vez mais destaque e deu origem à plataforma de “CouchSurfing”.
CouchSurfing

Mas o que é realmente o Couchsurfing?

O couchsurfing não é apenas uma forma de “alojamento gratuito”, embora seja um factor importante. Quando alguém viaja para um destino onde é recebido por um anfitrião, sabe que este tem a obrigação de lhe proporcionar alojamento e de mostrar a realidade do local onde reside. Desta forma, este maravilhoso sistema transforma-se num verdadeiro intercâmbio cultural.
Você não irá apenas dormir gratuitamente em casa de alguém. O seu anfitrião deverá mostrar-lhe o melhor do destino. O itinerário de viagem não terá de ser rigorosamente cumprido, mas entre ambos poderão combinar um percurso que lhes permita passar algum tempo agradável em conjunto e conhecer melhor a região.
Inicialmente esta plataforma foi fundada não tendo como objectivo o lucro, mas isso mudou em 2011 quando se transformou numa empresa que já pretende ganhar algum dinheiro com todo este processo. Quando esta alteração aconteceu, a maioria dos membros mais activos da plataforma ficaram bastante descontes com a mesma. Essa mudança nas condições de utilização da plataforma fez com que muitos utilizadores tivessem desactivado o seu perfil e “emigrassem” para novas páginas que oferecem o mesmo serviço, como por exemplo a BeWellcome.
Para concluir, se quer viajar barato, ficar alojado num local interessante, conhecer novas pessoas e outras culturas, então talvez seja altura de descobrir esta forma de viajar.
Se já utilizou a plataforma de couchsurfing, então também gostaríamos de saber qual a sua opinião sobre a mesma. Foi uma boa experiência? Repetiria? Aconselha a usar esta plataforma? Teremos todo o gosto em conhecer a sua experiência.
Booking.com
1

Sem comentários

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...