arepa

Tipos de Arepas, o prato típico da Venezuela e da Colômbia

tipos de arepas colombianasAs arepas são um dos pratos mais populares da cozinha latino-americana, especialmente na Venezuela e na Colômbia, países que disputam a sua origem. Há muitos tipos de arepas, mas embora existam algumas variações, a arepa básica consiste numa espécie de torta plana feita com farinha de milho e água que pode ter imensos e variados recheios.
É um prato já difundido por outros países, com receitas distintas e até mesmo com outras farinhas, mas as arepas pertencem ao receituário mais tradicional do legado indígena que remonta a muito antes da chegada dos primeiros conquistadores ao continente americano. O milho era um alimento básico e actualmente as arepas são quase um símbolo da gastronomia latina, típicas nos pontos de venda das ruas e em casa, muito fáceis e simples de preparar e tremendamente versáteis.

arepa

Mas o que são exactamente as arepas?

O termo arepa tem duas definições, distinguindo entre a arepa da Venezuela, Colômbia e Antilhas, da cubana:
  1. Arepa das Antilhas, Colômbia e Venezuela. Espécie de pão de forma circular, feito com milho cozido em fogo lento e moído logo de seguida, ou com farinha de milho pré-cozida, que se cozinha sobre um prato próprio ou numa grelha.
  2. Arepa de Cuba. Torta fina de farinha de trigo, açúcar, baunilha e leite, frita, que se come quente com doce ou xarope.
Variações à parte, uma arepa é essencialmente uma massa redonda plana, com aspecto de torta grossa, cozinhada numa grelha, frita ou no forno, que se pode comer aberta com diferentes recheios o usando-a como base para os ingredientes.
A forma mais popular de preparar arepas é preparando-as na grelha e recheadas com carne, verduras, salada, queijo, feijões ou distintos molhos. Também pode haver arepas sem recheio, como acompanhamento de guisados e sopas, em vez de pão. São típicas do pequeno-almoço mas pela sua versatilidade também se podem consumir ao longo do dia, especialmente ao jantar.

tipos de arepa

Origem, variedades e tipos de arepas

Como foi referido no inicio deste artigo, a origem exacta das arepas não é clara e costuma ser motivo de discussão entre venezuelanos e colombianos. Na verdade é  difícil situar o nascimento preciso de um prato tão antigo e de raízes tão humildes, sendo que remontará muito provavelmente a muitos séculos antes da chegada dos europeus ao continente americano.
Apesar de tudo, os historiadores estão de acordo que a versão mais primitiva da arepa está intimamente ligada ao cultivo do milho, um cereal básico da população indígena de que os primeiros registos datam de há cerca de 3000 anos.
Pensa-se que arepa provém de erepa, que significava “milho” na língua dos cumagotos, uma etnia indígena caribenha já desaparecida. No entanto, outras fontes apontam para a eventual utilização do termo muito antes em outras regiões do continente.
Da mesma forma que acontece com pratos típicos europeus, parece absurdo querer dar uma nacionalidade exacta às arepas, quando a sua origem é muito mais antiga do que a formação dos países com as fronteiras actuais. O que é inegável são as suas raízes indígenas e o seu papel crucial na alimentação da população nativa americana durante muitos séculos.
Com o tempo, as receitas de arepas foram evoluindo, aparecendo especialidades em diferentes lugares, distinguindo-se assim as arepas venezuelanas das colombianas, também com grandes variações dentro de cada país. Existem ainda arepas em outros países latinos como o Panamá ou Cuba (onde costumam ser mais pequenas), tendo até mesmo chegado às ilhas Canárias.
Fala-se de haver cerca de vinte de arepas diferentes na Venezuela e mais de cinquenta variedades identificadas só na Colômbia. E não  muda apenas o recheio. Há arepas que incluem ovo na massa, outras feitas com yuca ou misturando o milho com batata cozida. O tipo de milho e o seu tratamento também multiplica a variedade de arepas regionais.
As arepas colombianas costumam ter um ingrediente gordo na mistura da massa, como por exemplo manteiga ou azeite, sendo mais frequentes no formato simples, mais planas e sem recheio. Ao estilo dos pães africanos ou indianos, são um acompanhamento simples para acompanhar com as refeições diárias, para “empurrar” ou molhar em molhos e guisados. Embora também as haja recheadas ou cobertas com queijo.
Apesar de na Venezuela terem também muito provavelmente começado por ser simples e mais planas, hoje em dia o tradicional é servi-las abertas e recheadas. Admitem praticamente qualquer ingrediente ao gosto local ou pessoal: carne desfiada, frango assado ou cozido, salada, abacate, queijo, feijões, verduras, ovo, maionese, banana madura frita, peixe e marisco, molhos, etc.
Para além disso podem ser feitas numa sobre uma grelha, no forno, fritas ou combinando técnicas. Existem também hoje em dia aparelhos eléctricos especiais para as cozinhar, ao estilo dos waffles. Embora muitas famílias continuem a fazer a sua própria massa preparando o milho de forma totalmente artesanal, actualmente é mais fácil recorrer ao formato de farinha pré-cozida.
tipos de arepas venezuelanas
Seja em que país for, Colômbia ou Venezuela, as arepas são uma verdadeira nacional instituição e são parte da herança cultural da população indígena destes países. Seja ao pequeno-almoço ou ao jantar, a arepa é um prato sempre presente na mesa, tal como o pão em Portugal e noutros países.
Você conhecia a arepa? Conhece outros tipos de arepas de que goste e que queira partilhar connosco? Gostaríamos de conhecer também a sua opinião.
Booking.com
4

Sem comentários

Deixar um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

SUBSCREVER GRÁTIS

Subscreva a nossa lista de email e receba novos artigos e actualizações comodamente na sua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo correu mal...